quarta-feira, 22 de agosto de 2012

História Secreta do Brasil - Gustavo Barroso

Gustavo Barroso
Gustavo Barroso

 

Gustavo Adolfo Luiz Guilherme Dodt da Cunha Barroso (Fortaleza29 de dezembro de 1888 — Rio de Janeiro3 de dezembro de 1959) foi um advogadoprofessorpolíticocontista,folcloristacronistaensaísta e romancista brasileiro.

São seis volumes RAROS escritos pelo advogado, contista, ensaísta, político e romancista fortalezense Gustavo Barroso (1888-1923). Neles o autor descobre o manto que revestia a verdadeira história do Brasil e escancara o que, só agora, a nova história vem mostrando para a contemporaneidade: “Existe um Poder acima do Rei”. É a História do Brasil como nunca vista, diferente do que os livros didáticos costumam ensinar.
Suas obras foram proibidas no Brasil devido a censura por aqueles que mantém a mídia no Brasil e no mundo, os donos do poder, a colônia maçônica judaica sionista, aqueles que vem à séculos, matando, praticando o genocídio no mundo todo pela ganância, para se apropriar, se apoderar, usurpar, contrabandear, os bens da humanidade. Verão no decorrer da pesquisa, quanto mais os povos trabalham, pagam seus impostos, os governos entreguistas em posse nada retorna, tudo toma, é o poder que os judeus sionistas dão para que eles possam ter o domínio completo da nação invadida, tomada secretamente por eles.

História Secreta do Brasil:
 Livro 1:
Capítulos:
I. O Monopólio do Pau-de-Tinta;
II. O Empório do Açúcar;
III. O Tráfico de Carne Humana;
IV. A Pirataria e a Conquista;
V. A Ladroeira do Estanco;
VI. A Tragédia do Ouro;
VII. O Drama dos Diamantes;
VIII. A Guerra Judaica;
IX. O Ninho do Contrabando;
X. A Entrada em Cena da Maçonaria;
XI. O Diabo Coxo e o Diabo Preto.

Livro 2:
Capítulos:
XII. O Trovão de França;
XIII. Maçons Aquém e Além Mar;
XIV. Guatimozin à Sombra da Acácia;
XV. O Ouro de Rothschild e a Mão do General Miranda;
XVI. O Minotauro da América;
XVII. A Semente do Bacharelado Judaizado;
XVIII. O Motim dos Mercenários;
XIX. O Imperador do Sacrifício.

Livro 3:
Capítulos:
XX. O Brasil e a Baviera;
XXI. O Homem que teve dois Túmulos;
XXII. A Camorra de Cima;
XXIII. Satanás da Paulicéia;
XXIV. A Divindade do Mistério;
XXV. A Religião do Segredo;
XXVI. Tartufo e o Poder Oculto;
XXVII. Os Cabanos do Grão-Pará;
XXVIII. A Maçonaria Negra.

Livro 4:
Capítulos:
XXIX. A mão oculta;
XXX. A epopéia dos centauros;
XXXI. A república que nasceu morta;
XXXII. O reino encantado do diabo;
XXXIII. O imperador dos bentevis;
XXXIV. A restauração da autoridade.
Livro 5:
Capítulos:[
§ I – O Ministro que durou nove horas;[
§ II – O Rei, o Vice-Rei, o Mágico e os Patriarcas Invisíveis;
§ III – O rabo do foguete;
§ IV – A guerra civil das matas;
§ V – O Tigre de Palermo e o Carnaval Financeiro;
§ VI – A Realeza econômica;
§ VII – A pata do leopardo
§ VIII – O pomo das discórdia
§ IX – O Império e os dois galos de briga.
Livro 06:
Capítulos
§ I – O Bode Preto nos campos de batalha
§ II – Atanásio, Crisóstomo e Ganganell
§ III – O mistério do sangue;
§ IV – Experientia in anima vili;
§ V – O ídolo da mocidade militar;
§ VI – A sentença de morte da Monarquia;
§ VII – A Estrela Flamejante;
§ Apêndice
Contos, Crônicas e Novelas Regionais: 
Praias e várzeas (1915);
Idéias e palavras (1917);
Mosquita muerta (1921);
Mula sem cabeça (1922);
Pergaminhos (1922);
Alma sertaneja (1923);
Mapirunga (1924);
O anel das maravilhas (1924);
Livro dos milagres (1924);
O bracelete de safiras (1931);
Mulheres de Paris (1933);
Fábulas sertanejas (1948).
Romances: 
Tição do inferno (1926);
A senhora de Pangim (1932);
O santo do brejo (1933),
Folclore, Crítica, Erudição e Filologia: 
Terra do sol. Natureza e costumes do Norte (1912);
Casa de marimbondos (1921);
Ao som da viola (1921);
O sertão e o mundo (1924);
Através dos folclores (1927);
Mythes, contes et legendes des indiens du Brésil (1930);
As colunas do templo (1933).
História, Ensaios e Episódios Históricos: 
Tradições militares (1918);
Tratado de Paz (1919);
A ronda dos séculos (1920);
Coração da Europa (1922);
Uniformes do Exército (1922);
Antes do bolchevismo (1923);
En el tiempo de los Zares (1924);
O ramo de oliveira (1925);
Almas de lama e de aço (1928);
A guerra do Lopez (1928);
A guerra do Flores (1929);
A guerra do Rosas (1929);
A guerra de Vidéo (1930);
A guerra de Artigas (1930);
O Brasil em face do Prata (1930);
Inscrições primitivas (1930);
Aquém da Atlântida (1931);
Brasil - Colônia de banqueiros (1934);
História secreta do Brasil, 3 vols. (1936, 1937 e 1938);
A destruição da Atlântida, 2 vols. (1936);
Espírito do século XX (1936);
Os protocolos dos sábios de Sião (1936);
Os civilizados (1937);
O livro dos enforcados (1939);
O Brasil na lenda e na cartografia antiga (1941);
Portugal - Semente de impérios (1943);
Anais do Museu Histórico Nacional, vols. I a V (1943-1949);
História do Palácio Itamarati (1953).
História Regional e Biografias: 
Heróis e bandidos. Os cangaceiros do Nordeste (1917);
Osório, o Centauro dos pampas (1932);
Tamandaré, o Nélson brasileiro (1933);
Caxias (1945).
Língua e Dicionário: 
A ortografia oficial (1931);
Pequeno dicionário popular brasileiro (1938).
Memórias e Viagens: 
Coração de menino (1939);
Liceu do Ceará (1941);
Consulado da China (1941);
Seca, Meca e Olivais de Santarém, descrições e viagens (1947).
Poesia: 
As sete vozes do espírito (1950).
Pensamento: 
Luz e pó (1932).
Política: 
O integralismo em marcha (1933);
O integralismo de norte a sul (1934);
O quarto império, integralismo (1935);
A palavra e o pensamento integralista (1935);
O que o integralista deve saber (1935);
O integralismo e o mundo (1933);
Integralismo e catolicismo (1937);
A maçonaria: seita judaica (1937);
Judaísmo, maçonaria e comunismo (1937);
A sinagoga paulista (1937);
Corporativismo, cristianismo e comunismo (1938).
Obras por sequência dos anos:
  • Praias e várzeas (1915);
  • Idéias e palavras (1917);
  • Heróis e bandidos: os cangaceiros do Nordeste (1917);
  • Tradições militares (1918);
  • Tratado de Paz (1919);
  • A ronda dos séculos (1920);
  • Mosquita muerta (1921);
  • Casa de marimbondos (1921);
  • Ao som da viola (1921);
  • Mula sem cabeça (1922);
  • Pergaminhos (1922);
  • Coração da Europa (1922);
  • Uniformes do Exército (1922);
  • Alma sertaneja (1923);
  • Antes do bolchevismo (1923);
  • Mapirunga (1924);
  • O anel das maravilhas (1924);
  • Livro dos milagres (1924);
  • O sertão e o mundo (1924);
  • En el tiempo de los Zares (1924);
  • O ramo de oliveira (1925);
  • Tição do inferno (1926);
  • Através dos folclores (1927);
  • Almas de lama e de aço (1928);
  • A guerra do Lopez (1928);
  • A guerra do Flores (1929);
  • A guerra do Rosas (1929);
  • Mythes, contes et legendes des indiens du Brésil (1930);
  • A guerra de Vidéo (1930);
  • A guerra de Artigas (1930);
  • O Brasil em face do Prata (1930);
  • Inscrições primitivas (1930);
  • O bracelete de safiras (1931);
  • Aquém da Atlântida (1931);
  • A ortografia oficial (1931);
  • A senhora de Pangim (1932);
  • Osório, o Centauro dos pampas (1932);
  • "Terra de sol. Natureza e costumes do Norte"- Benjamin De Aguila-Editor-Rio de Janeiro, DF.(274 pp.) (1912);
  • Luz e pó (1932);
  • Mulheres de Paris (1933);
  • As colunas do templo (1933).
  • O santo do brejo (1933);
  • Tamandaré,
  • O Nélson brasileiro (1933);
  • O Integralismo em marcha (1933);
  • O Integralismo e o mundo (1933);
  • Brasil - Colônia de Banqueiros (1934);
  • O integralismo de norte a sul (1934);
  • O quarto império, integralismo (1935);
  • A palavra e o pensamento integralista (1935);
  • O que o integralista deve saber (1935);
  • A Destruição da Atlântida, 2 vols. (1936);
  • O Espírito do Século XX (1936);
  • História Secreta do Brasil, 6 vols. (1936, 1937, 1938...);
  • Os Protocolos dos Sábios de Sião (1936)Tradução;
  • A Sinagoga Paulista (1937);
  • A Maçonaria: Seita Judaica (1937);
  • Judaísmo, Maçonaria e Comunismo (1937);
  • Os Civilizados (1937);
  • Integralismo e Catolicismo (1937);
  • Pequeno dicionário popular brasileiro (1938);
  • Corporativismo, cristianismo e comunismo (1938);
  • O livro dos enforcados (1939);
  • Coração de menino (1939);
  • O Brasil na lenda e na cartografia antiga (1941);
  • Liceu do Ceará (1941);
  • Consulado da China (1941);
  • Portugal - Semente de impérios (1943);
  • Anais do Museu Histórico Nacional, vols. I a V (1943-1949);
  • Caxias (1945);
  • Seca, Meca e Olivais de Santarém, descrições e viagens (1947);
  • Fábulas sertanejas (1948);
  • As sete vozes do espírito (1950);
  • História do Palácio Itamarati (1953).

A energia barbara do homem do sertão nordestino - Barroso